11 5084.1926 |11 5579.3969 |11 9.9292.0805 neoodonto@neoodonto.com.br
BLOG – NEO

O que sua boca esconde?

22 de Outubro de 2016
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Uma série de micrografia feitas por especialistas de laboratório científico em Londres, demonstra os detalhes de elementos e estruturas microscópicas presentes na nossa boca. Várias imagens foram tiradas com um microscópio eletrônico e, em seguida, pintado para realçar os elementos individuais.

Bactérias que formam a placa bacteriana ou Biofilme, com um aumento de mil vezes.

1
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Placa bacteriana ou Biofilme (cor rosa) aderido a superfície do dente (cor branca).

placa-bacteriana-aderia-ao-dente
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Biofilme formado por bactérias que se aderem a superfície do dente. Ampliação de 400 vezes.

biofilme-placa-bacteriana1
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Placa Bacteriana ou Biofilme

placa-bacreriana-3
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

placa-bacteriana-3
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

E esta é a placa bacteriana com uma ampliação de 10.000 vezes.

biofilme-placa-bacteriana-10-000
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Dente Decíduo ou também conhecido como “Dente de leite”. Na caroa a Dentina é coberta por esmalte (região branca), material mineralizado que protege a dentina dos ácidos na boca. Na raiz, a dentina do dente é protegida pelo cemento (região rosa), local onde os ligamentos periodontais se ligam a um dente para dar estabilidade e segurança no osso.

dente-de-leite
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

A superfície do dente coberta por placa bacteriana (amarelo), o esmalte (azul) e a dentina (vermelho). A perda de esmalte ou cemento expõe a dentina – material poroso com canais microscópios chamados túbulos dentinários que quando expostos levam a sensibilidade dentária.

tecido-dentario
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

O Amarelo mostra a placa bacteriana sobre a superfície do dente. O ácido lático é gerado durante o processo fermentação de açúcares feita por bactérias. Esse ácido é prejudicial para os tecidos que forma o dente, causando a desmineralização e criando cavidades gerando a doença cárie.

dente-placa-bacteriana
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Devido ao ineficiente ou ausência do uso de fio dental, o biofilme ou placa bacteriana se acumulou entre um dente e outro produzindo ácidos que causaram desmineralização e formação de cavidades na parte lateral do dente.

carie-dente
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Cárie Dentária em esmalte causada por bactérias

carie-dentaria
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Dente humano cariado e coberto por placa bacteriana.

dente-humano-esmalte-esta-deteriorado-e-foi-substituido-por-caries-e-placas-bacterianas
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Dentina Humana. 70% da Dentina é formada por matéria inorgânica, 20% por matéria orgânica e 10% de água.

dentina-humana
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Túbulos Dentários

cavidades-no-dente
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Essa imagem nos mostra as bactérias presentes na gengiva. O acúmulo de biofilme ou placa bacteriana pode causar doenças da gengiva, conhecidas como gengivite (Inflamação gengival) ou periodontite (Perda dos tecidos que suportam e sustentam os dentes).

bacterias-na-gengiva
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Superfície dos dentes humanos (de cor amarela), Biofilme de bactérias esféricas (de cor azul) e hemácias (cor vermelha).

superficie-dos-dentes
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Cerdas da escova de dentes, que começam a se desgastar ao longo do tempo, reduzindo a eficácia da escovação. Mude sua escova de dentes quando as cerdas já estiverem gastas, a sua escova deve ser trocada pelo menos de 3 em 3 meses. No entanto, esse desgaste pode varias entre os indivíduos, dependendo dos seus hábitos de escovar os dentes. Pessoas que escovam os dentes com mais frequência e com mais força desgastam as cerdas das escovas facilmente.

escova-de-dentes
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote
cerdas-escova
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Cerdas de uma escova de dentes removendo o Biofilme ou placa bacteriana que está aderido a superfície dental.

placa-bacteriana-e-escova
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Na imagem podemos ver a cerda cilíndrica de uma escova de dentes usada com acúmulo de bactérias. Depois que escovamos os dentes precisamos lavar bem a nossa escova com água quente ou antisséptico bucal para eliminar o máximo possível de todos os vestígios de creme dental, restos de alimentos, e placa bacteriana. A escova deve ser guardada em pé local seco e arejado. Os recipientes porta-escova e as capinhas protetoras de cerdas mantém o ambiente fechado e úmido, o que promove o desenvolvimento de microrganismos.

cerda-com-placa-bacteriana
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Biofilme ou placa bacteriana sobre as cerdas da escova de dentes usada numa ampliação de 750 vezes.

biofilme-e-cerda-da-escova
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

A imagem abaixo é de uma escovas de dentes “interdental” que têm pequenas cabeças com cerdas projetadas para a limpeza entre os dentes. Na presença de diastemas ou na higienização de aparelhos o seu dentista poderá aconselhá-lo a usar esse tipo de escova, mas ela não substitui o uso do fio dental.

escova-interdental
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Com uma visão mais detalhada das cerdas interdentais usadas, podemos notar a presença de placa bacteriana (azul) cobrindo toda a escova.

escova-interdental-com-placa-bacteriana
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Fio Dental usado.

fio-dental-usado-1
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote
fio-dental-usado
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Nessa imagem vemos a coroa de um dente decíduo, de um bebê. A sua raiz encontra-se ausente devido ao processo conhecido como a reabsorção dental temporária. Isso ocorreu devido à pressão dos dentes permanentes.

coroa-de-dente-deciduo
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Bactérias com uma ampliação de 1000 vezes

bacterias-1000-vezes
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

As bactérias que formam o Biofilme.

bacterias-do-biofilme
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

As bactérias formadoras de placas (ou biofilme) com uma ampliação de 8000 vezes.

bacterias-biofilme-8000x
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Entre outras aplicações, a broca também é utilizada para a remoção de tecido mole cariado e bactérias. Na imagem abaixo vemos a ponta de uma broca.

broca-odontologica-zoom
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Os cristais de fosfato de cálcio são utilizados na remineralização dos dentes após a perda de minerais, devido às bactérias ou acidez bucal.

fosfato-de-calcio
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Os pinos intracanais (ou núcleo) são estruturas metálicas ou de materiais estéticos, como fibra de vidro, cimentadas no interior do canal radicular de dentes tratados endodônticamente. Esses pinos são necessários para reforçar a estrutura dental e servir de apoio para a prótese fixa.

pino-dental
  • Facebook
  • Google+
  • Gmail
  • Evernote

Matéria original: https://goo.gl/e1pkPJ

Cadastre o seu e-mail!
Receba gratuitamente as atualizações do Blog.

Cadastre o seu e-mail!

Receba gratuitamente as atualizações do Blog.

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This